7 dicas para a festa de casamento dos sonhos!

7 dicas para a festa de casamento dos sonhos!

dicas para a festa de casamento

Qual casal apaixonado não sonha com uma festa de casamento incrível? Porém, na hora de “colocar a mão na massa” e começar a transformar o sonho em realidade, essa missão pode não ser assim tão simples, não é mesmo?

Hoje nós trouxemos algumas dicas para a festa de casamento que vão lhe ajudar na organização e também na hora de enxugar o orçamento. Confira!

  • Defina o orçamento máximo

Antes de começar a tomar qualquer decisão, defina o quanto vocês podem investir na festa de casamento, a partir de estimativas do quanto é possível poupar por mês.

Se vocês conseguirem, juntos, poupar cerca de R$ 3 mil por mês, durante 1 ano é possível ter um orçamento de R$ 36 mil – suficiente para uma festa bem interessante para cerca de 200 convidados.

  • Comece hoje mesmo

Quanto antes vocês começarem a economizar, mais fácil será ter um orçamento adequado.

Além disso, também é importante começar o planejamento de forma antecipada, assim você poderá negociar prazos e valores com os fornecedores.

De acordo com os profissionais do setor, começar a planejar a festa de casamento com 1 ano e meio a 2 anos de antecedência é o mais recomendado.

  • Tenha uma reserva para emergências

Depois de definir o orçamento, separe de 10 a 20% desse valor para possíveis contratempos e gastos emergenciais, como no caso das contratações de última hora e até a resolução de problemas inesperados, como a ausência de um dos fotógrafos, por exemplo, ou um problema com o vestido de noiva.

  • Cuidado com a lista de convidados

A lista de convidados é um dos itens que deve receber maior atenção dos noivos já que está diretamente relacionada aos custos da festa de casamento.

Muitas vezes, as listas costumam ser grandes devido aos convidados familiares e amigos que nem sempre possuem alguma ligação com o casal.

Se a pessoa em questão não participa do seu dia a dia, ou não tem nenhum envolvimento na história de vocês, por que convidá-la? Muitos noivos acabam se prendendo a “convites por obrigação” que podem encarecer o valor da festa e até endividá-los.

  • Faça uma lista dos serviços a serem contratados

De posse das informações básicas de quanto você poderá gastar, e de quantas pessoas participarão da sua festa, fica mais fácil definir quais serviços precisam ser contratados e começar a orçá-los.

Negocie com cada um dos fornecedores prazos e formas de pagamento e sempre que possível tente pagar a vista (principalmente se os descontos forem atrativos).

Caso isso não seja possível, divida as parcelas de modo a ficarem dentro do orçamento mensal do casal. Em geral, a despesa mais cara costuma ser o bufê, que corresponde a praticamente metade dos gastos.

  • Defina o tipo de festa que vocês querem dar

Lembre-se, contudo, que quanto mais formal for o casamento, mais caro ele será. Por isso, busque por opções que tenham relação com a personalidade de vocês e que caiba no orçamento definido.

Se a sua ideia é economizar, mas sem perder a elegância e a sofisticação, você pode optar, ao invés do bufê tradicional, por um coquetel finger foods, por exemplo.

  • Escolha a data com cuidado

Épocas mais concorridas costumam ser mais caras, tanto para o aluguel do espaço, como para a contratação dos serviços. O horário da festa também pode interferir no valor.

Em geral, os meses de maio, setembro, outubro e novembro são os que têm mais procura e em maio ainda existe um custo adicional com as flores – já que existe uma alta demanda devido ao Dia das Mães.

Para quem deseja conseguir bons descontos, o melhor mês é o de janeiro, já que fevereiro costuma chover bastante e tem Carnaval e em dezembro é a época das festas de fim de ano.

Gostou das nossas dicas para a festa de casamento dos sonhos? Ainda tem alguma dúvida? Deixe um comentário pra gente!

4 dicas para definir a decoração de casamento!

definir decoracao de casamento

Uma das principais dúvidas que afligem os noivos é sobre como definir a decoração de casamento – com tantas opções e discrepância de valores, nem sempre essa é uma tarefa simples.

Se você também está passando por esse momento, não se desespere. Nós separamos algumas dicas importantes que podem lhe ajudar. Confira!

  1. Façam a escolha juntos

Um dos erros que muitos noivos cometem na hora de definir a decoração de casamento é deixar tudo a encargo da noiva – o que pode resultar em escolhas que não agradam ambos, ou que não tem muita relação com a personalidade dos dois.

Por isso, é importante que essa seja uma decisão feita em conjunto e que ajude a expressar a forma como vocês se relacionam com o mundo e também um pouco da história de vocês.

Se vocês têm, por exemplo, uma paixão por épocas passadas, um casamento vintage pode funcionar muito bem. Já se adoram a vida no campo, podem investir em uma decoração rústica ou country. As cores escolhidas também devem estar em harmonia com as preferências de ambos.

  1. Pense no local onde a festa vai ocorrer

Não adianta definir uma decoração rústica, por exemplo, caso você vá fazer a sua festa em um salão fechado. É importante que o estilo decorativo e o ambiente estejam em sintonia.

Se você sempre sonhou com determinado tipo de decoração para o seu casamento, leve isso em consideração na hora de escolher o lugar.

Uma opção que está muito em voga é realizar a cerimônia e a festa no mesmo ambiente – o que economiza com aluguel. Nesse caso, você pode fazer as duas decorações similares.

Caso a cerimônia e a festa ocorram em locais separados, é possível usar decorações distintas ou semelhantes, tudo dependerá se você será a única noiva da igreja. Mesmo quando for dividir a decoração da igreja, tente incluir pelo menos alguns itens que sejam próximos da decoração da festa.

  1. Estude as opções para a época do ano

A época do ano também é uma informação crucial quando o assunto é definir a decoração de casamento, já que muitas decisões passam por questões climáticas, como as flores, por exemplo.

No caso dos casamentos durante o inverno, é preciso que a sua decoração seja mais aconchegante e traga calor aos convidados, com cores mais quentes, uso de velas e até aquecedores – principalmente para quem deseja fazer o casamento ao ar livre, sendo que nesse caso ainda é importante pensar no melhor horário do dia para isso.

Já no verão, o importante é tentar deixar a sua decoração mais leve, com flores da estação (que costumam suportar melhor as altas temperaturas), cores em tons mais neutros (que podem ser combinados com uma ou duas tonalidades mais fortes) e decorações mais cleans.

  1. Considere o estilo do casal

Vocês formam um casal mais tradicional ou descolado? Têm um estilo mais criativo ou prático? Todas essas são questões essenciais para definir a decoração de casamento.

Se vocês são super descolados, criativos e adoram ter ideias diferentes, uma decoração tradicional pode parecer completamente diferente da imagem que passam.

Por isso é essencial que a decoração seja uma extensão da personalidade de vocês, ajudando a transmitir a história de amor do casal e, claro, quem vocês são.

Com essas dicas, ficou mais fácil definir a decoração de casamento? Se você gostou desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Como organizar uma despedida de solteira?

despedida de solteira

Já foi o tempo em que apenas os noivos tinham uma despedida, e as mulheres acabavam apenas realizando o chá de panelas. Hoje em dia, a despedida de solteira está em alta, se tornando um evento bastante criativo.

Se você é madrinha ou amiga da noiva e ficou responsável por organizar uma despedida de solteira, veja as dicas importantes que separamos e que podem lhe ajudar nessa missão.

  • Converse com a noiva

Mesmo que você queira fazer uma surpresa “daquelas” é essencial sempre conversar com a noiva antes de tomar qualquer decisão, afinal é preciso que ela goste e participe desse momento.

Por isso, antes de qualquer coisa, pergunte a noiva se ela deseja ter uma despedida de solteira – caso contrário, a sua super produção pode ser tornar uma furada.

Converse com ela também sobre o estilo de despedida que ela mais gostaria de ter, como um clube da Luluzinha, uma balada ou até mesmo uma viagem de final de semana com as melhores amigas.

  • Faça a lista de convidadas e reserve a data

Depois de compreender um pouco mais sobre as expectativas da noiva para a despedida de solteira é hora de começar a pensar na lista de convidadas, que deve ser bastante especial, com as madrinhas e as melhores amigas.

Se você estiver planejando uma despedida de solteira mais apimentada, por exemplo, tome cuidado com quem vai convidar – e pense duas vezes antes de incluir a mãe ou a sogra da noiva, por exemplo.

O dia do evento também deve ser programado antecipadamente para que todas as garotas possam participar. Por isso, tente decidir com antecedência para dar tempo das suas convidadas se planejarem e marcarem presença.

  • Pense em um estilo para a festa

O estilo da festa de despedida de solteira deve levar em consideração o estilo da própria noiva. Uma tendência que tem feito a cabeça de muitas mulheres é a beauty party – uma festinha com sessão de beleza juntas, com serviços como esfoliação facial e corporal, manicure e pedicure e cursos de maquiagem.

Agora se a noiva faz mais o estilo tranquilo e sossegado, que tal um piquenique ou até mesmo um chá da tarde, recheado de comidas gostosas, coquetéis exóticos e outras regalias?

Outra tendência é a despedida de solteira que dura o dia todo – com direito a café da manhã e uma série de atividades até a madrugada.

  • Pense nos acessórios, atividades e decoração

Se você está planejando uma festa como despedida de solteira é muito importante considerar a decoração, as atividades, os acessórios e a música. Afinal, é importante que esse seja um momento memorável para as noivas e as amigas.

Uma festa estilo balada tem agradado bastante as noivas mais descontraídas e despojadas, com uma decoração mais “sensual” e com brincadeiras como adivinhações, jogos com drinques, danças e até as mais picantes, tudo, sempre, respeitando as vontades e os desejos da noiva para que ela se sinta bem à vontade.

Gostou das nossas dicas para organizar uma despedida de solteira? Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário pra gente!

Como escolher as flores do casamento?

flores do casamento

Na hora de ter uma decoração dos sonhos é muito importante saber escolher as flores do casamento, que ajudarão a dar mais personalidade ao seu evento e deixar esse dia ainda mais inesquecível.

Além de considerar as espécies da estação do ano em que ocorrerá a cerimônia, existem outros cuidados importantes que você deve se atentar. Confira!

  • Estilo do casamento

Onde você irá realizar a cerimônia e a festa? Qual é o tema que vocês escolheram? Como é a personalidade dos noivos? Todas essas são informações essenciais para pensar na decoração e também nas flores do casamento.

Se você está organizando um casamento ao ar livre, com uma inspiração mais rústica e bucólica, as flores do campo são ótimas escolhas, como as margaridas, o dente de leão, a gérbera, o lírio, o girassol e a hortênsia que podem estar em arranjos ou até mesmo plantados em vasos rústicos de vime ou barro, por exemplo.

Já para um casamento na praia, as flores mais recomendadas são aquelas que conseguem suportar bem altas temperaturas e que combinam com esse ambiente, como o girassol, as callas, as margaridas e as astromélias.

  • A época do ano

Usar flores da época, além de deixar a sua decoração bem mais bonita, também pode ser uma forma de contribuir com o seu orçamento. Veja algumas opções:

  • Primavera: begônia, amor perfeito, boca de leão, gardênia, primavera, margaridinha, copo de leite, girassol, açucena, tulipa, lírio branco, hortênsia e gérbera.
  • Verão: amor perfeito, azaleia, begônia, boca de leão, lírio, margaridinha, papoula, sempre-viva, verbena, girassol, margarida, magnólia, orquídeas brancas e callas verdes.
  • Outono: papoula, margarida, camélia, amor perfeito, azaleia, margarida, hortênsia, cravina, begônia, tulipa e jasmin do cabo.
  • Inverno: camélia, azaleia, margarida, crisântemo, amor perfeito, petúnia, tulipa, begônia, verbena, copo de leite, orquídeas, hortênsias, prímula e sempre-viva.
  • Horário do casamento

O horário é muito importante para que você defina as cores das flores. As flores de cores mais fortes e vívidas combinam melhor com os casamentos durante a noite, com opções de flores como a orquídea, a tulipa e as rosas.

Já as flores em tons mais claros e pastéis (ou até coloridas) combinam melhor com as festas durante o dia, trazendo uma harmonia maior ao ambiente.

  • Determine o seu orçamento

O quanto você pode gastar é uma informação essencial já que dependendo da sua escolha de flores do casamento elas poderão encarecer bastante a sua cerimônia.

Se você tiver um caixa limitado, use a criatividade, com opções bem bonitas de arranjos e, claro, sempre preferindo as flores da época – que são mais fáceis de serem encontradas e, portanto, mais acessíveis financeiramente.

  • Considere o buquê da noiva

Não é preciso que o buquê da noiva tenha as mesmas flores usadas na decoração, mas tudo deve estar em sintonia, ajudando a passar uma mensagem unificada.

Por mais que seu orçamento seja limitado, não economiza nas flores do buquê – que devem as maiores e mais espetaculares de toda a festa. É importante que o seu buquê tenha relação com a sua personalidade, por isso pense em flores que lhe agradam e em cores que ajudem a destacar o seu visual.

Gostou das nossas dicas para escolher as flores do casamento? Ainda tem dúvida? Deixe um comentário pra gente!

Festa de 50 anos: como organizar e decorar?

festa de 50 anos

A chegada aos 50 anos é algo que deve ser comemorado e, justamente por isso, cada vez mais pessoas têm investido nas festas de 50 anos, com temáticas diferenciadas e muita descontração.

Se você está pensando em organizar a sua, ou de alguém especial, confira as dicas e ideias que separamos para tornar esse momento ainda mais especial e inesquecível!

Como fazer uma festa de 50 anos?

  1. Planejamento

Antes de sair por aí convidando as pessoas é essencial planejar a sua festa com atenção. Pense em quanto de orçamento disponível você possui e que tipo de evento mais lhe atrai.

Se você adora festas glamorosas, por exemplo, um churrasco a tarde com os amigos pode não ser a melhor ideia, não é mesmo?

Por isso, defina o estilo da festa que vai organizar, o tipo de música que irá tocar, entre outros dados importantes.

  1. Número de convidados

Ao se ter uma ideia do tipo de festa que se pretende organizar, e do orçamento disponível, fica mais fácil pensar em quantas pessoas você pode convidar.

A lista de convidados costuma ser uma das tarefas mais difíceis para a maioria das pessoas, principalmente quando o orçamento é limitado e não podemos convidar todo mundo que gostaríamos.

O ideal é sempre pensar naquelas pessoas que são importantes para você e que, de alguma forma, signifiquem algo durante a sua trajetória até os 50 anos.

  1. Tema

As festas temáticas estão na moda, seja nas festas de 15 anos, de casamento ou em outras celebrações. Que tal entrar nessa onda e deixar o seu aniversário ainda mais diferenciado?

Na hora de optar por um tema, lembre-se que ele será o norteador de toda a festa, como a decoração, as músicas, as comidas e bebidas e também os trajes de todos os participantes.

Por isso, busque por temas que façam sentido para você e que tenham relação com a sua personalidade. As ideias são inúmeras, como festa a fantasia, festa anos 60, baile do Havaí, festa country, baile de máscaras e muitas outras.

  1. Local da festa

Com o número de convidados, o orçamento e o tema definidos é hora de pensar no local onde você dará a sua festa. É importante que o espaço escolhido comporte de maneira confortável todos os seus convidados e também permita que você decore-o de acordo com o tema.

Outros pontos importantes que devem ser considerados são:

  • A facilidade de chegar ao local do evento;
  • A acessibilidade do local;
  • A quantidade de banheiros;
  • A presença de estacionamento;
  • A segurança;
  • A disponibilidade de espaço para a banda/Dj e buffet;
  • Se o local possui mesas e cadeiras ou se elas ficarão por sua conta;
  • Entre outras informações específicas.
  1. A data da festa

É claro que o ideal é que a data da festa seja próxima do seu aniversário, mas as vezes isso não é possível, seja porque o dia do seu aniversário cai durante a semana ou pela impossibilidade do aluguel do espaço.

Você também deve considerar outros pontos na hora de definir a data e o horário, como:

  • Facilidade dos convidados com essa data;
  • Outros eventos “concorrentes” no mesmo dia ou semana;
  • Proximidade com feriados;
  • Horário do evento e valor do aluguel do espaço.
  1. O que servir

Uma festa de 50 anos pode ter um público bem variado, desde amigos do aniversariante com idades próximas a ele, até membros da família, como netos e filhos de amigos.

Por isso, na hora de definir o que servir, é preciso considerar essa variedade de gostos, oferecendo opções para todos os públicos.

Gostou das nossas dicas para organizar uma festa de 50 anos? Curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas bacanas como essas!