Como fazer um bom evento? 6 dicas de especialista!

Como fazer um bom evento? 6 dicas de especialista!

fazer um bom evento

Fazer um bom evento nem sempre é uma tarefa fácil, é preciso compreender as necessidades e desejos do seu público-alvo, os objetivos do seu cliente e muitas outras questões.

Está precisando organizar um evento para a sua empresa ou quer começar a transformar as suas produções? Veja as dicas importantes que separamos para que os seus eventos sejam sucesso de público e de crítica!

  • Saiba quem é o seu público-alvo

Quem são as pessoas que você deseja atrair para o seu evento? Quanto mais informações você tiver, mais fácil será planejar um evento que realmente atinja as expectativas dessas pessoas e transforme a experiência delas.

Lembre-se que para o seu evento ser considerado um sucesso é preciso que ele seja motivador para as pessoas participarem e estejam de acordo com as expectativas desse público-alvo.

  • Tenha controle das tarefas a serem executadas

Planejamento é a palavra-chave para quem deseja fazer um bom evento, por isso é essencial que você tenha sempre a mão planilhas atualizadas com todas as tarefas que precisam ser feitas, itens a serem decididos e o orçamento de cada uma dessas decisões.

Se você está planejando um show, por exemplo, é importante definir as bandas e a ordem de apresentação, uma festa precisa contar com boas atrações e DJs, e assim por diante.

  • Encontre um local correto

Muito do sucesso de um evento depende de encontrar um bom local, que seja fácil de acessar e que tenha relação com as necessidades e desejos do seu público-alvo.

É preciso considerar a estimativa de pessoas que irão participar do seu evento, a segurança do local, a sinalização até ele e outras características importantes, como quantidade de banheiro, saídas de emergência e alvará de funcionamento.

  • Defina uma data

Definir a data pode parecer uma tarefa simples, mas ela é muito importante para fazer um bom evento. É preciso pensar em uma época que seja interessante para o tema do evento que está planejando, um dia da semana que seja fácil do seu público-alvo se locomover e também se atentar se não existem feriados próximos ou outras datas comemorativas que podem colocar em risco o seu evento.

  • Faça uma boa divulgação

Depois de definir como será o seu evento, quando e onde é importante divulgar adequadamente. Para isso, novamente recorra aos seus conhecimentos sobre o público-alvo divulgando em ambientes que tenham relação com essas pessoas.

Além dos meios tradicionais, você também pode pensar em uma divulgação online (que costuma ser mais econômica), com disparos de e-mail marketing para seus cadastros, criação de um site e uma fanpage atualizadas e até mesmo um evento no Facebook.

  • Fique de olho na venda de convites

Quem vai organizar um evento com venda de convites, precisa monitorar esse processo constantemente, assim você terá noção de como está o movimento, se você vai ter que deixar uma quantidade maior ou menor de convites para a venda na hora, se os pontos de vendas estão adequadas e se as estratégias de divulgação precisam ser modificadas.

Com essas dicas, ficou mais fácil fazer um bom evento? Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

Como escolher o tema da festa infantil? 5 dicas importantes!

tema da festa infantil

Na hora de organizar a festa do filho, uma dúvida que sempre atormenta os pais é sobre como escolher o tema da festa infantil. Com inúmeras possibilidades no mercado, nem sempre é fácil fazer uma escolha certeira, não é mesmo?

Se você está passando por essa situação, confira as dicas importantes que separamos e que podem lhe ajudar!

  • Leve em consideração a idade da criança

A faixa etária do aniversariante é super importante na hora de escolher o tema da festa infantil. Isso porque, antes dos 3 anos, geralmente a decisão é feita exclusivamente pelos pais.

Nessa fase, dê preferência aos temas mais lúdicos que garantam boas fotos e que tenham relação com a personalidade do seu filho, como: borboletas, flores, bonecas, fazendinha, circo e safári. Outra ideia é usar de temas que servem tanto para meninas, como para meninos, como céu, cata-vento, pintando o 7 e outros.

  • Escute o seu filho

A partir dos 3 anos é normal que as crianças queiram opinar, afinal a festa é delas. Por isso, escute o seu filho e saiba quais são as suas cores favoritas, os personagens que mais gostam, entre outros.

Outra ideia é ficar de olho nos desejos do seu filho. A sua menina adora histórias de princesa e sempre quer se fantasiar de uma? O seu filho sempre diz que vai ser piloto ou astronauta quando crescer? Essas podem ser ótimas indicações de tema e ainda permitem que a criança desenvolva um desejo durante a festa, dando mais significado a ela.

  • Esteja de olho nas tendências

O universo das festas infantis possui uma grande gama de tendências, por isso, se você optar por um tema que está em evidência, por exemplo, poderá ter que desembolsar mais com a decoração – já que ela estará bem requisitada.

Quer uma prova? Dê uma analisada no valor da decoração para as principais animações infantis, ou ainda para as festas típicas como a festa junina ou temas relacionados a times de futebol.

Se você conseguir negociar com a criança a substituição de um tema muito concorrido por outro que ela também goste e não tenha tanta procura, é possível economizar bastante.

  • Use a criatividade

A sua ideia é fazer uma festa infantil bacana e que não comprometa muito o seu orçamento? Invista em itens que você mesmo pode fazer e coloque a sua criatividade para funcionar.

Existem muitos itens que você poderá fazer como centros de mesa, convites, móbiles para a decoração das paredes e até a fantasia do seu filho, o que dará um toque de originalidade a sua celebração.

Por isso, na hora de escolher o tema, pense naqueles que permitem e que sejam fáceis de encontrar tutoriais de decoração no estilo faça você mesmo.

  • Nunca force um tema

Se a criança não quer uma festa que você está sonhando e imaginando há anos, não force. Esse é o momento do seu filho e deve fazer sentido para ele. Mas, se tem um tema que você sempre quis usar, aproveite o aniversário de 1 ano para isso.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o tema da festa infantil? Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

Data do casamento: como escolher a melhor?

data do casamento

Organizar o casamento é uma tarefa que pode exigir bastante dos noivos. E uma das maiores dificuldades é sobre como definir a data do casamento, afinal é a partir desse momento que o grande dia parece começar a “ganhar forma”.

É preciso considerar muitos aspectos nessa decisão, como a época do ano, a proximidade com feriados prolongados e datas comemorativas, o significado desse período para os noivos, a disponibilidade dos serviços e o valor.

Se você está com dificuldades para definir a data do casamento, continue a leitura e veja algumas dicas que podem lhe ajudar a passar por esse momento sem dificuldades.

  • Garanta tempo suficiente entre o noivado e o casamento

Na hora de estipular a data do casamento, pense no tempo que você terá entre o noivado e o grande dia. Esse período é importante para que vocês consigam organizar o casamento sem “atropelos” e também tenham tempo para pouparem o suficiente.

É claro que ninguém deseja prolongar excessivamente o noivado, mas marcar uma data muito próxima para o casamento pode complicar os preparativos e até mesmo significar dinheiro insuficiente para as despesas.

  • Considere a estação do ano

Você não gosta do frio e odeia usar roupas fechadas? Então nada de programar o seu casamento para o inverno. Parece pouco provável, mas muitos noivos se esquecem de considerar a estação e acabam casando em uma época que não gostam.

Além disso, é importante pensar em outros detalhes, por exemplo, se você está planejando um casamento ao ar livre, o mais indicado é evitar as estações mais chuvosas. Se a noiva sempre sonhou em usar um buquê de tulipas é importante saber qual é a época de florescimento da espécie.

  • Pense no estilo do seu casamento

Qual o estilo de cerimônia que mais combina com vocês? Se vocês possuem uma ligação muito forte com a praia, por exemplo, é importante pensar em uma data e época do ano em que chova pouco e o calor não seja excessivo.

O mesmo vale para quem deseja fazer um casamento rústico, lembrando-se de considerar as espécies de flores da época do ano e também as características climáticas que podem interferir.

  • Avalie os preços

Datas mais procuradas costumam ter preços mais altos, assim como alugueis noturnos. Se a ideia de vocês é economizar, fique atento ao calendário.

Muitas pessoas ainda associam agosto a uma espécie de mau agouro e por isso esse é um dos meses mais baratos para se casar. Se vocês não são supersticiosos, a economia pode ser vantajosa.

Em contrapartida, os meses de maio e setembro costumam ser os mais procurados, e por isso os valores de todos os serviços tendem a aumentar. Assim como dezembro, com as confraternizações de fim de ano.

O horário do seu casamento também pode influenciar. Quando a ideia é economizar, vale apostar no charme dos casamentos de manhã ou à tarde. O dia da semana também pode encarecer a escolha, sendo que os domingos e as sextas-feiras costumam ser mais baratos.

  • Escolha uma data significativa para vocês

Se for possível, que tal se casar em um período que tenha alguma relação com a história de vocês, como o dia em que se conheceram, o primeiro beijo, quando começaram a namorar ou quando noivaram?

Isso traz muito mais significado à cerimônia e ajuda a tornar o momento ainda mais especial. Pense em uma data que simboliza algo importante para vocês e veja se ela está disponível e se pode ser escolhida dentro do orçamento que possuem.

Com essas dicas, ficou mais fácil definir a data do casamento? Curta a nossa página no Facebook e receba mais dicas bacanas como essa!

 

Como organizar um casamento temático?

casamento tematico

O casamento temático está cada vez mais em evidência, ajudando os noivos a trazerem ainda mais personalidade para suas cerimônias e celebrações e vão desde casamentos à fantasia, até outros que envolvem os gostos e os costumes particulares do casal, como um casamento country, por exemplo.

Se você sonha em fazer um casamento temático, mas não sabe como começar a organizá-lo, confira as dicas que separamos!

  1. Defina o tema do casamento

Para que esse tipo de casamento dê certo é muito importante que o tema escolhido realmente tenha relação com a história de vida do casal, por isso é fundamental pensar bastante no tema antes de começar a organizar o casamento.

Lembre-se que todos os demais itens da organização devem estar de acordo com o tema (como convites, decoração, lembrancinhas, músicas, trajes, etc.) e por isso, algumas vezes, esse tipo de casamento pode ser mais caro do que uma festa tradicional.

  1. Convites de acordo com o tema

É importante que o convite escolhido esteja dentro do tema e também indique aos convidados o que eles podem esperar da sua festa – e como devem ser seus trajes, caso você deseje que todos estejam a caráter para que o seu tema funcione.

Não se esqueça de enviar os convites com mais antecedência do que os casamentos tradicionais, pois muitos convidados vão precisar de um tempo extra para encontrar o traje ideal.

  1. Decoração da cerimônia e da festa

Em geral, os casamentos temáticos funcionam muito bem quando se une a cerimônia e a festa no mesmo local, assim é possível ousar um pouco mais nos trajes e na decoração – já que muitas igreja, por exemplo, podem não permitir trajes diferenciados e nem uma decoração temática.

Assim que você definir o seu tema, comece a listar tudo o que irá precisar para a sua decoração, afinal ela é o carro-chefe para que o seu casamento realmente esteja de acordo com o que você está planejando.

Um casamento junino, por exemplo, pode exigir preparativos e uma decoração típica, mas que ainda assim seja charmosa e requintada. Se você for se casar próximo do Dia dos Namorados, também pode usar essa inspiração – assim como casamentos próximos do Natal.

Outra possibilidade é unir um casamento mais tradicional com uma decoração um pouco diferenciada e que traga mais a personalidade do casal – uma boa ideia para quem não quer um casamento comum, mas também não está totalmente certo sobre o casamento temático.

Vocês têm uma música que marcou a história de amor? Ou, então, um sonho em comum? Um filme ou banda que ambos adoram? Use frases, imagens e outros itens que remetam a essas ideias e mescle em sua decoração, tornando-a única.

  1. Lembrancinhas

Em um casamento temático é importante que você pense em lembrancinhas que estejam de acordo com a sua celebração. Se vocês estão planejando um casamento hippie ou boho chic, por exemplo, que tal distribuir plantinhas ou sementes de flores como lembrancinhas? Ou se o seu casamento será junino, delícias dessa época também são boas ideias de lembrancinhas.

Não se esqueça de separar uma trilha sonora especial e que se relacione com o tema e um cardápio que ajude a valorizar ainda mais a escolha de vocês.

Gostou dessas dicas de organização de um casamento temático? Conheça a Lagoa Dourada e saiba como podemos ajudar você a transformar esse sonho em realidade!

Como escolher a decoração do casamento? Aprenda agora!

escolher decoracao do casamento

Escolher a decoração do casamento é um dos momentos que costumam deixar os noivos mais apreensivos, afinal são vários itens que precisam ser considerados e ainda é preciso pensar em um resultado final que ajude a transparecer a personalidade do casal.

Se você está planejando se casar em 2017, veja as dicas importantes que separamos para escolher a decoração do casamento!

  1. Considere as características do local escolhido

Antes de pensar na decoração do casamento, é preciso obviamente escolher o local onde a cerimônia e a festa irão acontecer. Por isso, levante as características do espaço escolhido e pense em uma decoração que pode favorecer os seus pontos fortes.

O local escolhido possui um belo jardim ou uma área natural que merece destaque? Use-a, transformando a entrada e a recepção dos convidados, por exemplo, ou planejando festa e cerimônia para o mesmo ambiente.

Considere também a iluminação, nas características arquitetônicas e em todos os outros detalhes que podem influenciar na sua decoração. Já na igreja, é importante ficar atento às regras que cada local pode possuir em relação à decoração.

  1. Defina um tema para o seu casamento

Embora os temas estejam em evidência, não é apenas por ser “modismo” que você deve pensar em um, mas principalmente porque ele facilita a sua vida e ajuda a nortear todas as decisões posteriores em relação à sua decoração.

O importante é que a decisão seja feita junta pelo casal, sempre buscando um tema que tenha relação com a história e a personalidade de vocês. O tema pode ser uma cor, uma estação do ano, um período da história, uma música e muitas outras ideias.

Alguns temas que estão em alta, são: vintage, rústico, casamento clássico e até casamentos temáticos (como country, samba e a fantasia, para os casais mais ousados).

  1. Pense nas cores que mais se relacionam ao seu tema

Caso o seu tema seja uma paleta determinada de cores, você pode pensar apenas nas complementares, mas se o seu tema for, por exemplo, um casamento vintage, você precisará definir um conjunto de cores que serão usadas como base da sua decoração.

Assim como o restante dos itens, essa parte também precisa ser definida pelo casal, evitando a escolha de um tom que seja particularmente desagradável para a noiva ou o noivo, por exemplo.

Tente pensar nas cores que vocês dois mais gostam e então use a roda das cores para fazer combinações possíveis. Mas, não exagere, optando por tonalidades muito variadas e difíceis de conversarem entre si. Se possível, opte por um tom mais vibrante e outras cores secundárias mais claras.

  1. Escolha as flores do seu casamento

As flores são itens super importantes na decoração de qualquer casamento e devem ter relação com o tema, as cores, as preferências do casal e também a época do ano em que irá acontecer a celebração.

Optando pelas flores da estação, você estará economizando bastante e ainda não corre o risco de “ficar na mão” no grande dia. As mais usadas são as rosas, as orquídeas, as bromélias, os lírios, os copos de leite e as flores do campo.

Gostou das nossas dicas para escolher a decoração do casamento? Se você tem alguma dúvida sobre esse conteúdo, deixe-nos um comentário!

 

Como começar a organizar o casamento?

organizar-o-casamento

2017 será o ano em que você subirá ao altar para dizer o tão esperado “sim”? Então você precisa começar a pensar em como organizar o casamento, não é mesmo?

Embora esse seja um momento de muita apreensão, nem todas as noivas sabem por onde começar a organização do casamento e acabam se perdendo entre tantos itens e detalhes importantes.

Se você está passando por esse momento, confira as dicas e os passos importantes que separamos para você começar a organizar o casamento.

  1. Defina o seu orçamento

Antes de pensar em data ou qualquer outro preparativo, você precisa saber quanto poderá gastar. Definir o orçamento pode parecer uma tarefa simples, mas costuma deixar muitos noivos de “cabelo em pé”.

A dica é sempre buscar por um valor que não coloque em risco a sua renda e nem atrapalhe o seu planejamento financeiro para as necessidades rotineiras.

Comece pensando no básico que você irá precisar para casar e analise com quanto cada um dos noivos pode contribuir. Pense também se existem despesas extras que podem ser cortadas e se vocês já possuem alguma economia que pode ser usada nesse sentido.

Alguns casais optam por abrir uma conta poupança exclusivamente para o casamento, assim cada um fica responsável por depositar uma quantia X do seu salário pelo período de planejamento do casamento.

  1. Defina o dia e o horário do seu casamento

Agora que você já sabe o quanto poderá gastar com seu casamento, fica mais fácil definir uma data que esteja dentro desse orçamento. Lembre-se que existem algumas épocas do ano em que os valores de aluguel dos espaços são mais caros, bem como da contratação dos fornecedores.

Por isso, pense em uma época que esteja de acordo com o que vocês sonham para o seu casamento e também dentro do orçamento que estipularam. É a partir dessa definição que você poderá começar a planejar todos os outros detalhes do seu casamento.

  1. Reserve a igreja e o local da festa

Com data e horário definidos, é hora de começar a tomar algumas medidas práticas, sendo o principal reservar a igreja e o local da festa. Hoje em dia, muitos noivos optam por fazer a cerimônia e a recepção no mesmo local – já que isso costuma significar mais economia.

Porém, se você sempre teve o sonho de se casar na igreja, não abra mão desse momento. Antes de optar pela igreja, faça uma visita e observe detalhes como a capacidade, acústica, acesso e também as condições (algumas igrejas não permitem que padres de outras regiões celebrem o casamento ou que determinados grupos musicais toquem durante a cerimônia, por exemplo).

Além da igreja, também é importante que você reserve antecipadamente o local onde será a festa, mesmo porque quanto mais cedo você o fizer, mais fácil será negociar o valor e também as formas de pagamento do aluguel.

É importante optar por um espaço que seja de fácil acesso para os convidados, que tenha segurança e condições de se realizar a festa que você sonha. Se você sempre quis fazer um casamento ao ar livre, por exemplo, um salão fechado não irá ao encontro dos seus desejos.

  1. Faça a lista de convidados

Definir o número de convidados é fundamental para que você possa reservar os demais serviços. Mas, nunca perca de vista o seu orçamento, assim sempre pense em quanto poderá gastar por convidado.

  1. Procure por fornecedores

De posse do número de convidados é hora de começar a dar “forma” ao seu casamento, indo em busca de fornecedores. A dica é sempre pesquisar bastante antes de fechar qualquer contrato e, claro, buscar pelas referências dos profissionais para não correr nenhum risco na hora do seu casamento.

Gostou dessas dicas para começar a organizar o casamento? Agora ficou mais fácil tomar as decisões certas? Venha conhecer a Lagoa Dourada e saiba o que podemos oferecer para transformar esse seu grande dia!

5 dicas importantes para escolher o local do evento

como-escolher-o-local-do-evento

Se você é organizador ou produtor de eventos, já sabe que escolher o local certo é muito importante para que a sua produção seja um sucesso, não é mesmo? Mas, apesar disso, nem sempre é fácil definir o local do evento mais adequado para os seus objetivos e ainda que agrade o seu público-alvo.

Por isso, nós trouxemos algumas dicas que podem lhe ajudar nesse momento e que vão transformar o seu evento em uma produção de sucesso, encantando o seu público e também o seu cliente!

  • Capacidade

Antes de escolher o local do evento que está organizando é muito importante que você tenha uma noção do público que irá receber. Assim, será mais fácil optar por espaços que tenham a capacidade adequada para que todos os convidados fiquem confortáveis.

Se você está organizando um evento em que fará a venda de ingressos na hora, pode ser que tenha que trabalhar com uma capacidade flutuante para mais, já que o número de participantes poderá dobrar no dia do evento.

Considerar todos esses aspectos é fundamental. Além disso, pense também nas características do seu público-alvo e busque por um local que tenha relação com as suas exigências e preferências, além de estar de acordo com o tema da festa que está organizando.

  • Acessibilidade e segurança

Onde fica o local que você está planejando locar? Ele é de difícil acesso? Possui placas de sinalização? Seu público conhece esse local?

Essas informações são extremamente importantes para o sucesso do evento que está organizando, afinal se as pessoas não conseguirem chegar até a sua festa ela ficará comprometida.

Além disso, considere também a segurança. Será que a região onde o espaço se situa é realmente segura? Corre-se o risco dos seus convidados serem assaltados ao sair da festa? Esse é um ponto de acesso fácil para ambulâncias e bombeiros, caso seja necessário? Você irá precisar contratar seguranças extras ou o local disponibiliza uma equipe própria?

Todos esses pontos precisam ser definidos antes, assim você saberá se não está fazendo uma economia sem sentido.

  • Infraestrutura

Antes de alugar um local para o seu evento, agende uma visita pessoalmente. Assim, você poderá se certificar das condições dos banheiros, da cozinha e até mesmo do espaço disponível para carga e descarga.

Procure se atentar para as facilidades de locomoção dentro do espaço (se existem muitas escadas ou outros pontos que mereçam atenção), se o local possui estacionamento próprio e o tamanho do mesmo, se o espaço destinado para o buffet é prático para acessar o salão principal, se existe espaço disponível para banda e DJ  e também como é a acústica do local.

Caso você esteja planejando um evento temático é importante saber se o espaço comporta o tipo de decoração e as atrações que você está programando.

Além disso, pense no período em que irá realizar a sua festa. No inverno, o local escolhido é muito frio? Durante o dia, ele ficará muito quente para os seus convidados?

  • Alvará de funcionamento

Esse é um item extremamente importante, já que você poderá ter seu evento cancelado caso o local escolhido não tenha alvará de funcionamento. Por isso, não cometa essa falta gravíssima.

Vale a pena conferir antecipadamente ligando para a prefeitura antes de fechar o contrato de aluguel e não se engane com “desculpas” que às vezes os proprietários podem lhe dar.

  • Itens adicionais

Além de todas essas informações, pode ser que o local ofereça outros atrativos como internet Wi-fi para os convidados, equipe própria de segurança, mesas e cadeiras, técnicos de iluminação e outros itens adicionais que podem compensar bastante na hora de enxugar o orçamento do seu evento. Por isso, fique atento a esses diferenciais.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o local do evento? Agende uma visita a Lagoa Dourada e veja os diferenciais exclusivos do nosso espaço!

4 dicas para economizar na festa infantil!

economizar-na-festa-infantil

O aniversário das crianças é um momento super gostoso, mas, às vezes, ele pode pesar no orçamento da família. Ao invés de não fazer a celebração, que tal enxugar os custos?

Foi pensando em lhe ajudar que hoje separamos algumas dicas simples para economizar na festa infantil e comemorar um momento importante, sem ficar pesado nas contas de casa.

  1. Analise quem vai convidar

Todo mundo sabe que, antes de começar a organizar qualquer festa é fundamental decidir a lista de convidados. Se você quer economizar na festa infantil, então precisa diminuir o número de pessoas.

Pode ser normal achar que você precisa convidar todos os colegas da escola e até os seus amigos pessoais. Mas será que realmente existe essa necessidade?

Chame apenas os coleguinhas mais próximos do seu filho e corte da lista os adultos sem criança e que não irão aproveitar muito esse momento.

Antes de sair por aí convidando todo mundo que lhe der na telha, defina quanto você poderá gastar por pessoa, assim será mais fácil planejar com cuidado o número de convidados.

  1. Não inove muito nas comidas

O mais legal das festas infantis é justamente o fato de elas não terem cardápios muito elaborados, apenas aqueles itens que a maioria das crianças adora.

Então, evite inventar muito. Sanduíches, docinhos, bebidas refrescantes e um bolo saboroso já estão de ótimo tamanho e fazem sucesso com os pequenos.

Mesmo se você não souber cozinhar, existem muitas ideias que podem ser servidas e que não irão pesar no seu bolso, como salgadinhos de festa, cachorro quente, mini pizza e outros.

Na hora de comprar as bebidas e os ingredientes para as receitas, prefira as lojas por atacado, pois os preços costumam ser menores quando você compra grandes quantidades.

Caso a grana esteja muito curta, vale a pena pedir para que os amigos ou familiares contribuam com algum prato.

  1. Atividades à moda antiga

A gente sabe que contratar mágicos, cama pula pula e outras atrações deixam as crianças impressionadas. Mas, as brincadeiras à moda antiga também costumam deixa-los entretidos e podem ser bastante divertidas.

Dança das cadeiras, teatrinho de fantoches e até uma mágica montada por você podem fazer sucesso com os convidados do seu filho. Para as crianças mais velhas, você pode programar uma caça ao tesouro, escondendo uma caixa com dinheiro ou brinquedos em algum ponto da festa e espalhando pistas pela festa.

E não se esqueça de que crianças reunidas sempre encontram alguma forma de se divertir, sem que os adultos precisem ficar “quebrando a cabeça” com isso. Deixe disponível alguns brinquedos do seu filho em algum canto, coloque músicas que tenham relação com a idade e deixe-os aproveitarem.

  1. Lembrancinhas com utilidade

As lembrancinhas também costumam pesar no orçamento e para economizar na festa infantil você pode pensar em itens que irão ter utilidade para as crianças, e ainda que sejam mais baratas.

Uma ideia muito bacana é comprar nas lojas de atacado caixas de lápis de cor, giz de cera e canetinha e montar kits com mini revistinhas de colorir. Além de ser muito mais interessante para os convidados, ainda vai ficar mais barato no seu orçamento.

Outras ideias são álbum de figurinhas da moda, bolhas de sabão, massa de modelar, tinta para pintura, bloquinhos e peças para encaixar.

Com essas dicas, está mais fácil economizar na festa infantil? Compartilhe nossas ideias em suas redes sociais!

Local da festa infantil: como escolher?

local-festa-infantil

Programar a festa de aniversário dos filhos nem sempre é uma tarefa simples, não é mesmo? Da escolha dos temas, a lista dos convidados, decoração e animações. Tudo isso toma tempo.

E uma das dúvidas mais comuns de muitos pais é sobre como definir o local da festa infantil, já que além de estar de acordo com o evento que se está programando, é essencial pensar também na segurança dos pequenos.

Por isso, hoje, trouxemos algumas informações importantes que podem lhe ajudar a definir o local da festa infantil.

Itens importantes para se considerar ao definir o local da festa infantil

  1. Orçamento

Saber o quanto você pode gastar já irá ajudar bastante na hora de diminuir os possíveis locais para a festa infantil. Além disso, é importante você considerar o quanto a celebração é especial e merece um orçamento maior.

  1. Número de convidados

Definir quantas pessoas participarão da festa é outro item essencial para encontrar o local adequado para a festa infantil. Afinal, não há nada pior do que um aniversário de criança onde elas não possam brincar e se divertir porque não existe espaço suficiente, não é mesmo?

Pense também que, embora as crianças se movimentem o tempo todo, os adultos podem necessitar de mesas e cadeiras e o espaço escolhido precisa acolher todos esses itens.

  1. Idade das crianças convidadas e do aniversariante

Não há duvida que existem diferenças significativas entre fazer uma festa de 1 ano e de 10 anos. O perfil das crianças que irão participar (e muitas vezes a quantidade de adultos) será completamente diferente.

Por isso, é importante considerar essa informação. Para festas de crianças menores, geralmente a maior parte dos convidados são adultos e pode não ser necessário muito espaço extra para as brincadeiras, já que podem existir muitas crianças de colo ou que estão aprendendo a andar e que ficarão próximas dos pais.

Já para crianças maiores, você deve pensar em oferecer espaço suficiente para que elas possam se divertir, correr, pular e brincar.

  1. Atrações

Se você está organizando uma festa maior ou que irá contar com atrativos para as crianças, como brinquedos infláveis, show de mágica ou outros, é preciso ter espaço suficiente para isso.

Antes de contratar a atração saiba exatamente o espaço necessário. Pode ser que mágicos, por exemplo, necessitem montar um mini palco ou ter um espaço extra de apoio.

  1. Segurança

Crianças correndo para cá e para lá pode ser um perigo, caso você não escolha bem o local da festa infantil. Procure por itens que possam colocar em risco a segurança dos pequenos, como tomadas visíveis e de fácil acesso, rampas, escadas, piscinas descobertas, degraus e outros locais que demandem por supervisão de um adulto.

  1. Acessibilidade

Não adianta escolher um local lindo para a festa do seu filho, se os pais dos amiguinhos não conseguirem chegar. Opte por locais de fácil acesso, principalmente se os adultos não puderem ficar no evento.

Imagina se a locomoção demorar mais de horas para levar e buscar a criança? Essa logística poderá evitar que muitos dos seus convidados apareçam.

Com essas dicas, ficou mais fácil definir o local da festa infantil? Se você ficou com alguma dúvida, deixe-nos um comentário.

 

Como organizar uma festa de réveillon?

organizar-festa-de-reveillon

Organizar uma festa de réveillon pode parecer uma tarefa complicada para algumas pessoas, mas com as dicas certas é possível transformar esse momento e receber os amigos, os familiares ou até mesmo fazer um evento para mais pessoas sem complicações ou dor de cabeça.

Se você está pensando em curtir a virada de uma maneira diferente, veja as dicas que trouxemos para lhe ajudar a organizar uma festa de réveillon.

  • O local

Escolher o local adequado é fundamental para o sucesso de qualquer evento. Por isso, na hora de organizar uma festa de réveillon pense em quantas pessoas irá convidar e se irá ou não vender convites e, então, elabore uma lista com os locais mais indicados para essa comemoração.

É importante optar por locais que sejam de fácil acesso e que as pessoas saibam chegar, além de também checar outros itens como: segurança, acessibilidade, local para o buffet, pista de dança, espaço disponível, presença de mesas e cadeiras, local para estacionamento, espaço disponível para a queima de fogos, segurança e outros.

  • A decoração

Definido o local, é hora de começar a pensar na decoração, que irá dar o “tom” de toda a sua festa. Se você está planejando algo mais formal e requintado, então é preciso investir para que a sua decoração esteja à altura.

Mas, se você deseja organizar uma festa de réveillon mais despojada, com tendas e ambientes ao ar livre, invista em uma decoração mais leve e que esteja em sintonia com a passagem de ano. Por isso, dê preferência ao branco e aos tons de dourado e prateado.

Os balões são itens que estão muito na moda e deixam os ambientes super bacanas- e você poderá personaliza-los com os desejos para 2017.

  • Alimentos e bebidas

Nenhuma festa é um bom evento se não tiver o que comer e beber, não é mesmo? Como você está organizando uma festa de réveillon não se esqueça de oferecer champanhe ou frisante, com belas taças – afinal essa é uma bebida característica dessa época.

Mas, também tenha outras opções, como cerveja, água, refrigerante e drinks. E não se esqueça da comida.

Se a sua festa é mais no estilo balada, os finger foods (comidinhas e petiscos) podem surpreender seus convidados. Já se você está planejando algo mais sofisticado, vale a pena investir em pratos mais elaborados. O importante é sempre seguir a temática desse período, buscando por alimentos que tenham relação com as simpatias e tradições de réveillon.

  • Música

A música é a alma de qualquer evento, e também deve estar relacionada ao estilo de festa de réveillon que está organizando. Se o seu público é mais jovem e dançante, que tal contratar um DJ para animar a pista de dança?

Mas se a sua festa é menor e mais intimista, você pode contratar uma banda pequena, uma dupla de músicos ou ainda pedir para que os seus convidados deem sugestões para a playlist (é a lista de musicas que serão reproduzidos). Sempre tente considerar os gostos de quem você está convidando para que a festa seja gostosa para todos os participantes.

  • Queima de fogos

Não se esqueça de que uma boa festa de réveillon precisa ter uma queima de fogos. Escolha um local que tenha uma vista bacana e que também seja seguro e sempre contrate profissionais para lidarem com os fogos de artificio.

Preste atenção também para que todos sejam informados que a queima de fogos irá acontecer, evitando que pessoas fiquem em locais não seguros nesse momento.

Gostou dessas dicas de como organizar uma festa de réveillon? Na Lagoa Dourada você encontra um ambiente perfeito para que a sua passagem de ano seja ainda mais especial!

#espacolagoadourada #lagoadourada #seueventoaqui #vempraca #mogimirim #espacoparaeventos #eventos #festas #reveillon

Páginas:«12345»