Casamento boho chic: que tendência é essa?

Casamento boho chic: que tendência é essa?

casamento-boho-chic-1

Navegando por blogs de decoração de casamentos ou revistas especializadas, talvez você já tenha se deparado com o casamento boho chic – uma tendência que alia romantismo e leveza, deixando as celebrações ainda mais bonitas e delicadas.

Quer saber mais sobre essa tendência e saber se essa é a decoração ideal para o seu casamento? Continue a leitura.

O que é o casamento boho chic?

O boho chic é uma tendência que começou na moda e se espalhou para outras áreas como a decoração de casas e também de casamentos. Boho é abreviação de Bohemian, e busca misturar várias influências como dos povos ciganos, dos hippies e também das culturas orientais.

A palavra “chic” denota que todos esses elementos estão colocados de uma maneira mais sofisticada, com uso de tecidos mais nobres e de objetos mais requintados, trazendo mais glamour aos espaços.

Para os casamentos, essa ideia tem sido muito aproveitada principalmente nas festas ao ar livre e mais intimistas, criando uma aura super romântica e delicada, unindo elementos de várias influências, como o hippie, o rock moderno e outros.

Como fazer um casamento boho chic?

casamento-boho-chic-2

Se você gostou dessa ideia, veja algumas dicas que ajudam a criar uma decoração boho chic no seu casamento:

  • Invista em itens artesanais, principalmente no estilo “faça você mesmo”;
  • Opte por um casamento ao ar livre, já que o boho chic possui uma forte ligação com a natureza. Os espaços podem ser variados, como uma chácara, um jardim ou uma fazenda;
  • Se possível marque o seu casamento para a primavera;
  • Abuse das flores do campo, de preferência as mais coloridas e delicadas, com arranjos elaborados nas mesas dos convidados, na mesa principal e até nos móveis, transformando a atmosfera para um clima mais romântico e delicado;
  • Use muitos móveis de madeira e antigos, como as cômodas, penteadeiras, armários, cristaleiras e cadeiras – fazendo uma mistura entre gerações;
  • Invista em objetos de brechó ou de família, para trazer mais identidade ao seu casamento;
  • Mescle as peças antigas com objetos rústicos, como pedaços e tocos de madeira;
  • Faça guirlanda de flores e de folhas que podem ser usados nos encostos das cadeiras, sobre os móveis e até no arranjo de cabelo da noiva;
  • Use fotos de vocês recentes e também quando eram crianças e adolescentes;
  • Use livros e frases literárias que tenham relação com a história de vocês;
  • Decore com tecidos fluidos e rendas – que não precisa aparecer apenas no vestido da noiva, mas também nas cadeiras, na composição das tendas e em outros espaços, trazendo aconchego;
  • Use luzes pendentes, principalmente para os casamentos feitos no final da tarde, podendo usar um lustre no ambiente ao ar livre ou luminárias japonesas penduradas nas árvores. As velas pendentes e as fairylights (luzes de fadas) também funcionam muito bem;
  • Use alguns elementos relaxantes (para os noivos, padrinhos e convidados aproveitarem durante a festa), como poltronas, futons, sofás antigos e outros.

Gostou de saber mais sobre o casamento boho chic? Acha que essa vai ser a decoração do seu casamento? Deixe um comentário pra gente!

Como escolher o cerimonial para casamento? 4 dicas essenciais!

como escolher o cerimonial para casamento

Organizar o casamento pode parecer uma tarefa difícil, não é mesmo? Por isso escolher o cerimonial para casamento é tão importante, afinal são esses profissionais que irão lhe ajudar a transformar o seu sonho em realidade.

Justamente por essa missão fundamental é que muitas pessoas têm dúvidas na hora de escolher o cerimonial e hoje nós montamos um conteúdo bem completo que pode lhe ajudar. Confira!

  1. Compreenda a sua necessidade

Nem sempre escolher o cerimonial que funcionou super bem para a sua amiga vai lhe trazer o mesmo resultado, afinal os noivos podem ter necessidades e ideias distintas do que desejam para o grande dia.

Hoje em dia é possível encontrar cerimonialistas capazes de lidar com diferentes tipos, perfis e demandas dos noivos, por isso, compreenda exatamente qual o motivo de você estar contratando esse profissional.

Você precisará de alguém que lhe ajudará de forma total ou você poderá definir alguns serviços? Os noivos têm familiaridade com a organização de eventos ou nunca trabalharam com isso? Qual o tamanho da sua festa? Haverá recepção? Todos esses dados são essenciais.

  1. Busque as referências

Antes de se decidir por essa ou aquela empresa, procure saber mais sobre ela, pesquisando as referências na internet e também com outros noivos que usaram esse serviço.

Use sites como o Reclame Aqui para ter uma ideia se existem muitas reclamações sobre a empresa e não se esqueça de conferir as redes sociais – geralmente é possível ver a opinião de outras pessoas que contrataram os serviços.

Se você possui amigos que já se casaram, converse com eles para saber sobre o cerimonial escolhido, quais tipos de serviços eles contrataram e como foi a experiência.

  1. Converse com os cerimonialistas

É essencial ter uma boa conversa pessoalmente, afinal é preciso que vocês se relacionem bem com o profissional, já que ele irá acompanhá-los por um longo período de tempo até o grande dia.

Esclareça todas as dúvidas que você possa ter e faça algumas perguntas importantes, como: quantos casamentos você realiza por dia? Qual o tempo de atuação no mercado? Quantos casamentos já organizou? Qual o maior imprevisto que você já passou – e como lidou com ele? E outras questões que você tenha na hora.

Não se esqueça de conversar sobre o que você deseja para o seu casamento e ouvir a visão do profissional acerca das suas ideias e veja se existe uma sintonia entre vocês.

  1. Saiba quem é a equipe e quais as responsabilidades

Normalmente o cerimonialista não trabalha sozinho, então conheça a equipe e saiba quais são as responsabilidades de cada um – assim será mais fácil cobrar da pessoa certa quando for preciso.

Não se esqueça de deixar tudo isso especificado no contrato. Se possível peça a empresa um checklist completo de cada uma das etapas, com o prazo especificado, assim você poderá ir acompanhando o andamento do processo.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o cerimonial para casamento? Curta a nossa página no Facebook e receba sempre dicas bacanas como essa para tornar o seu grande dia inesquecível.

Ensaio pré-wedding: 4 dicas imperdíveis!

ensaio pré wedding

O ensaio pré-wedding, ou pré-casamento, tem se tornado um verdadeiro sucesso entre os noivos. Como ele está cada vez mais comum e solicitado, é normal que muitos casais tenham dúvidas.

Foi pensando nisso que nós separamos algumas dicas imperdíveis para que vocês possam aproveitar melhor o ensaio pré-wedding. Confira!

  • A escolha do fotógrafo

A escolha do fotógrafo, obviamente, é muito importante e irá interferir no resultado final do seu ensaio. Essa escolha é extremamente pessoal e nem sempre o fotógrafo dos seus amigos poderá ser o ideal para você.

Por isso, busque conhecer o trabalho e também o profissional, conversando antecipadamente com ele, vendo as fotos já feitas nesse tipo de ensaio e ouvindo também as dicas e ideias do profissional para o seu pré-wedding.

Nunca vá para o dia do ensaio com dúvidas, sempre questione, defina o roteiro, o horário, as roupas que serão usadas e deixe claro o que você espera da sessão.

  • Evite plateia

Pode ser difícil segurar a curiosidade dos pais, avós, irmãos, madrinhas, padrinhos e outros. Mas, evite levar muitas pessoas para a sessão de fotos, o ideal é que apenas os noivos e a equipe do fotógrafo estejam presentes.

Isso irá evitar que vocês fiquem inibidos e acabem não tendo um resultado muito satisfatório ou dentro do que pretendem. Além disso, sempre pode rolar aquele pedido de fotos que vocês não querem fazer, mas acabam cedendo só para agradar a família.

  • Solte-se e entre “na onda”

Na hora dos “cliques”, nada de ficarem travados ou com vergonha. Soltem a alma de modelo que cada um possui e entrem na onda, fazendo as poses de acordo com os pedidos do fotógrafo. Afinal, quanto mais vocês conseguirem entrar nessa, melhor será o resultado.

Tente aproveitar esse momento diferente na rotina de vocês para se divertirem e lembre-se que a emoção desse momento irá lhes acompanhar por muitos anos, por isso, nada de timidez.

  • A escolha do local

Além de um bom fotógrafo, um local bacana também é essencial para boas fotos, não é mesmo? Em geral, pode ser comum ver que a maioria dos profissionais acabe fazendo ensaios nos mesmos locais.

Mas, isso não lhe impede de sugerir novos espaços para as fotografias, que tenham relação com a história de vocês ou com o estilo que mais gostam, como a vida no campo, em meio à natureza ou um pré-wedding country, por exemplo.

Com essas dicas, ficou mais fácil aproveitar o seu ensaio pré-wedding? Se você gostou desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Como organizar o chá de bebê? 4 dicas fundamentais!

organizar o chá de bebe

Já foi o tempo em que o chá de bebê era uma festa simples, apenas para poucos convidados e realizado na casa da futura mamãe. Hoje, ele se transformou em um evento grandioso, com direito a tema específico e uma decoração lindíssima.

Justamente por isso, muitos futuros papais têm dúvidas na hora de organizar o chá de bebê. Para lhe ajudar, nós separamos algumas dicas importantes e que vão fazer a diferença no seu evento.

  1. A data do chá de bebê

Definir uma data adequada é um fator primordial para o sucesso de qualquer evento. Em geral, o chá de bebê é uma boa distração para as mães mais ansiosas, principalmente no finalzinho da gestação.

Por isso, o recomendado é que ele seja marcado antes das 37 semanas de gravidez, assim você não correrá o risco de o bebê chegar antes da sua festa.

Não se esqueça de conversar antecipadamente com os convidados mais importantes para você, como os padrinhos da criança e os avós, para saber se a data escolhida é boa para eles.

Também tente evitar datas próximas de grandes feriados nacionais, que as pessoas costumam emendar e viajar, diminuindo o número de convidados presentes no seu chá.

  1. A lista de convidados

Outro momento de muita indecisão dos futuros pais é em relação à lista de convidados e aqui tudo dependerá da forma que você está organizando o seu chá de bebê.

Hoje, é possível segmentar e fazer vários tipos de festas separadas, como o chá só para mulheres, o chá com os maridos e namorados, o chá para amigos da empresa ou o chá só para família.

Não existe problema em fazer mais do que um chá de bebê, desde que, claro, os convidados sejam diferentes. Assim, você evita aquela sensação de que apenas deseja acumular presentes.

  1. Chá de bebê ou chá de fraldas

A principal diferença está nos presentes dados pelos convidados. No chá de bebê são requisitados pela futura mãe itens de uso diário, como mamadeiras, chupetas, babadores e outros.

Geralmente, a lista é feita pela própria mãe que a deixa em uma loja específica. Em alguns casos, os convidados podem ficar livres para escolher por outros itens diferentes.

Já no chá de fraldas, como o próprio nome sugere, a principal preocupação dos futuros pais é ter um bom estoque de fraldas. Por isso, o recomendado é solicitar por fraldas de tamanhos variados, como M e G, já que nem sempre os bebês nascem tão pequenos para usarem o tamanho RN por um longo período.

  1. A decoração e a escolha do local do chá de bebê

O mais usual atualmente é realizar um chá de bebê temático, assim toda a decoração e até os convites seguem a mesma linha. Existem inúmeros temas que você pode usar, como: princesas, borboletas, jardim encantado, balões, unicórnios, marinheiro, céu, etc.

O importante é que você escolha um local para realizar o chá de bebê que permita essa decoração e que também seja fácil de chegar, tenha segurança e estrutura suficiente para o seu evento e ainda comporte todos os seus convidados tranquilamente.

Com essas dicas, ficou mais fácil organizar o chá de bebê? Se você ainda tem alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!