Como fazer um bom evento? 6 dicas de especialista!

Como fazer um bom evento? 6 dicas de especialista!

fazer um bom evento

Fazer um bom evento nem sempre é uma tarefa fácil, é preciso compreender as necessidades e desejos do seu público-alvo, os objetivos do seu cliente e muitas outras questões.

Está precisando organizar um evento para a sua empresa ou quer começar a transformar as suas produções? Veja as dicas importantes que separamos para que os seus eventos sejam sucesso de público e de crítica!

  • Saiba quem é o seu público-alvo

Quem são as pessoas que você deseja atrair para o seu evento? Quanto mais informações você tiver, mais fácil será planejar um evento que realmente atinja as expectativas dessas pessoas e transforme a experiência delas.

Lembre-se que para o seu evento ser considerado um sucesso é preciso que ele seja motivador para as pessoas participarem e estejam de acordo com as expectativas desse público-alvo.

  • Tenha controle das tarefas a serem executadas

Planejamento é a palavra-chave para quem deseja fazer um bom evento, por isso é essencial que você tenha sempre a mão planilhas atualizadas com todas as tarefas que precisam ser feitas, itens a serem decididos e o orçamento de cada uma dessas decisões.

Se você está planejando um show, por exemplo, é importante definir as bandas e a ordem de apresentação, uma festa precisa contar com boas atrações e DJs, e assim por diante.

  • Encontre um local correto

Muito do sucesso de um evento depende de encontrar um bom local, que seja fácil de acessar e que tenha relação com as necessidades e desejos do seu público-alvo.

É preciso considerar a estimativa de pessoas que irão participar do seu evento, a segurança do local, a sinalização até ele e outras características importantes, como quantidade de banheiro, saídas de emergência e alvará de funcionamento.

  • Defina uma data

Definir a data pode parecer uma tarefa simples, mas ela é muito importante para fazer um bom evento. É preciso pensar em uma época que seja interessante para o tema do evento que está planejando, um dia da semana que seja fácil do seu público-alvo se locomover e também se atentar se não existem feriados próximos ou outras datas comemorativas que podem colocar em risco o seu evento.

  • Faça uma boa divulgação

Depois de definir como será o seu evento, quando e onde é importante divulgar adequadamente. Para isso, novamente recorra aos seus conhecimentos sobre o público-alvo divulgando em ambientes que tenham relação com essas pessoas.

Além dos meios tradicionais, você também pode pensar em uma divulgação online (que costuma ser mais econômica), com disparos de e-mail marketing para seus cadastros, criação de um site e uma fanpage atualizadas e até mesmo um evento no Facebook.

  • Fique de olho na venda de convites

Quem vai organizar um evento com venda de convites, precisa monitorar esse processo constantemente, assim você terá noção de como está o movimento, se você vai ter que deixar uma quantidade maior ou menor de convites para a venda na hora, se os pontos de vendas estão adequadas e se as estratégias de divulgação precisam ser modificadas.

Com essas dicas, ficou mais fácil fazer um bom evento? Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

Como escolher o tema da festa infantil? 5 dicas importantes!

tema da festa infantil

Na hora de organizar a festa do filho, uma dúvida que sempre atormenta os pais é sobre como escolher o tema da festa infantil. Com inúmeras possibilidades no mercado, nem sempre é fácil fazer uma escolha certeira, não é mesmo?

Se você está passando por essa situação, confira as dicas importantes que separamos e que podem lhe ajudar!

  • Leve em consideração a idade da criança

A faixa etária do aniversariante é super importante na hora de escolher o tema da festa infantil. Isso porque, antes dos 3 anos, geralmente a decisão é feita exclusivamente pelos pais.

Nessa fase, dê preferência aos temas mais lúdicos que garantam boas fotos e que tenham relação com a personalidade do seu filho, como: borboletas, flores, bonecas, fazendinha, circo e safári. Outra ideia é usar de temas que servem tanto para meninas, como para meninos, como céu, cata-vento, pintando o 7 e outros.

  • Escute o seu filho

A partir dos 3 anos é normal que as crianças queiram opinar, afinal a festa é delas. Por isso, escute o seu filho e saiba quais são as suas cores favoritas, os personagens que mais gostam, entre outros.

Outra ideia é ficar de olho nos desejos do seu filho. A sua menina adora histórias de princesa e sempre quer se fantasiar de uma? O seu filho sempre diz que vai ser piloto ou astronauta quando crescer? Essas podem ser ótimas indicações de tema e ainda permitem que a criança desenvolva um desejo durante a festa, dando mais significado a ela.

  • Esteja de olho nas tendências

O universo das festas infantis possui uma grande gama de tendências, por isso, se você optar por um tema que está em evidência, por exemplo, poderá ter que desembolsar mais com a decoração – já que ela estará bem requisitada.

Quer uma prova? Dê uma analisada no valor da decoração para as principais animações infantis, ou ainda para as festas típicas como a festa junina ou temas relacionados a times de futebol.

Se você conseguir negociar com a criança a substituição de um tema muito concorrido por outro que ela também goste e não tenha tanta procura, é possível economizar bastante.

  • Use a criatividade

A sua ideia é fazer uma festa infantil bacana e que não comprometa muito o seu orçamento? Invista em itens que você mesmo pode fazer e coloque a sua criatividade para funcionar.

Existem muitos itens que você poderá fazer como centros de mesa, convites, móbiles para a decoração das paredes e até a fantasia do seu filho, o que dará um toque de originalidade a sua celebração.

Por isso, na hora de escolher o tema, pense naqueles que permitem e que sejam fáceis de encontrar tutoriais de decoração no estilo faça você mesmo.

  • Nunca force um tema

Se a criança não quer uma festa que você está sonhando e imaginando há anos, não force. Esse é o momento do seu filho e deve fazer sentido para ele. Mas, se tem um tema que você sempre quis usar, aproveite o aniversário de 1 ano para isso.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o tema da festa infantil? Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário pra gente!

Data do casamento: como escolher a melhor?

data do casamento

Organizar o casamento é uma tarefa que pode exigir bastante dos noivos. E uma das maiores dificuldades é sobre como definir a data do casamento, afinal é a partir desse momento que o grande dia parece começar a “ganhar forma”.

É preciso considerar muitos aspectos nessa decisão, como a época do ano, a proximidade com feriados prolongados e datas comemorativas, o significado desse período para os noivos, a disponibilidade dos serviços e o valor.

Se você está com dificuldades para definir a data do casamento, continue a leitura e veja algumas dicas que podem lhe ajudar a passar por esse momento sem dificuldades.

  • Garanta tempo suficiente entre o noivado e o casamento

Na hora de estipular a data do casamento, pense no tempo que você terá entre o noivado e o grande dia. Esse período é importante para que vocês consigam organizar o casamento sem “atropelos” e também tenham tempo para pouparem o suficiente.

É claro que ninguém deseja prolongar excessivamente o noivado, mas marcar uma data muito próxima para o casamento pode complicar os preparativos e até mesmo significar dinheiro insuficiente para as despesas.

  • Considere a estação do ano

Você não gosta do frio e odeia usar roupas fechadas? Então nada de programar o seu casamento para o inverno. Parece pouco provável, mas muitos noivos se esquecem de considerar a estação e acabam casando em uma época que não gostam.

Além disso, é importante pensar em outros detalhes, por exemplo, se você está planejando um casamento ao ar livre, o mais indicado é evitar as estações mais chuvosas. Se a noiva sempre sonhou em usar um buquê de tulipas é importante saber qual é a época de florescimento da espécie.

  • Pense no estilo do seu casamento

Qual o estilo de cerimônia que mais combina com vocês? Se vocês possuem uma ligação muito forte com a praia, por exemplo, é importante pensar em uma data e época do ano em que chova pouco e o calor não seja excessivo.

O mesmo vale para quem deseja fazer um casamento rústico, lembrando-se de considerar as espécies de flores da época do ano e também as características climáticas que podem interferir.

  • Avalie os preços

Datas mais procuradas costumam ter preços mais altos, assim como alugueis noturnos. Se a ideia de vocês é economizar, fique atento ao calendário.

Muitas pessoas ainda associam agosto a uma espécie de mau agouro e por isso esse é um dos meses mais baratos para se casar. Se vocês não são supersticiosos, a economia pode ser vantajosa.

Em contrapartida, os meses de maio e setembro costumam ser os mais procurados, e por isso os valores de todos os serviços tendem a aumentar. Assim como dezembro, com as confraternizações de fim de ano.

O horário do seu casamento também pode influenciar. Quando a ideia é economizar, vale apostar no charme dos casamentos de manhã ou à tarde. O dia da semana também pode encarecer a escolha, sendo que os domingos e as sextas-feiras costumam ser mais baratos.

  • Escolha uma data significativa para vocês

Se for possível, que tal se casar em um período que tenha alguma relação com a história de vocês, como o dia em que se conheceram, o primeiro beijo, quando começaram a namorar ou quando noivaram?

Isso traz muito mais significado à cerimônia e ajuda a tornar o momento ainda mais especial. Pense em uma data que simboliza algo importante para vocês e veja se ela está disponível e se pode ser escolhida dentro do orçamento que possuem.

Com essas dicas, ficou mais fácil definir a data do casamento? Curta a nossa página no Facebook e receba mais dicas bacanas como essa!

 

Como organizar um casamento temático?

casamento tematico

O casamento temático está cada vez mais em evidência, ajudando os noivos a trazerem ainda mais personalidade para suas cerimônias e celebrações e vão desde casamentos à fantasia, até outros que envolvem os gostos e os costumes particulares do casal, como um casamento country, por exemplo.

Se você sonha em fazer um casamento temático, mas não sabe como começar a organizá-lo, confira as dicas que separamos!

  1. Defina o tema do casamento

Para que esse tipo de casamento dê certo é muito importante que o tema escolhido realmente tenha relação com a história de vida do casal, por isso é fundamental pensar bastante no tema antes de começar a organizar o casamento.

Lembre-se que todos os demais itens da organização devem estar de acordo com o tema (como convites, decoração, lembrancinhas, músicas, trajes, etc.) e por isso, algumas vezes, esse tipo de casamento pode ser mais caro do que uma festa tradicional.

  1. Convites de acordo com o tema

É importante que o convite escolhido esteja dentro do tema e também indique aos convidados o que eles podem esperar da sua festa – e como devem ser seus trajes, caso você deseje que todos estejam a caráter para que o seu tema funcione.

Não se esqueça de enviar os convites com mais antecedência do que os casamentos tradicionais, pois muitos convidados vão precisar de um tempo extra para encontrar o traje ideal.

  1. Decoração da cerimônia e da festa

Em geral, os casamentos temáticos funcionam muito bem quando se une a cerimônia e a festa no mesmo local, assim é possível ousar um pouco mais nos trajes e na decoração – já que muitas igreja, por exemplo, podem não permitir trajes diferenciados e nem uma decoração temática.

Assim que você definir o seu tema, comece a listar tudo o que irá precisar para a sua decoração, afinal ela é o carro-chefe para que o seu casamento realmente esteja de acordo com o que você está planejando.

Um casamento junino, por exemplo, pode exigir preparativos e uma decoração típica, mas que ainda assim seja charmosa e requintada. Se você for se casar próximo do Dia dos Namorados, também pode usar essa inspiração – assim como casamentos próximos do Natal.

Outra possibilidade é unir um casamento mais tradicional com uma decoração um pouco diferenciada e que traga mais a personalidade do casal – uma boa ideia para quem não quer um casamento comum, mas também não está totalmente certo sobre o casamento temático.

Vocês têm uma música que marcou a história de amor? Ou, então, um sonho em comum? Um filme ou banda que ambos adoram? Use frases, imagens e outros itens que remetam a essas ideias e mescle em sua decoração, tornando-a única.

  1. Lembrancinhas

Em um casamento temático é importante que você pense em lembrancinhas que estejam de acordo com a sua celebração. Se vocês estão planejando um casamento hippie ou boho chic, por exemplo, que tal distribuir plantinhas ou sementes de flores como lembrancinhas? Ou se o seu casamento será junino, delícias dessa época também são boas ideias de lembrancinhas.

Não se esqueça de separar uma trilha sonora especial e que se relacione com o tema e um cardápio que ajude a valorizar ainda mais a escolha de vocês.

Gostou dessas dicas de organização de um casamento temático? Conheça a Lagoa Dourada e saiba como podemos ajudar você a transformar esse sonho em realidade!