Como começar a organizar o casamento?

Como começar a organizar o casamento?

organizar-o-casamento

2017 será o ano em que você subirá ao altar para dizer o tão esperado “sim”? Então você precisa começar a pensar em como organizar o casamento, não é mesmo?

Embora esse seja um momento de muita apreensão, nem todas as noivas sabem por onde começar a organização do casamento e acabam se perdendo entre tantos itens e detalhes importantes.

Se você está passando por esse momento, confira as dicas e os passos importantes que separamos para você começar a organizar o casamento.

  1. Defina o seu orçamento

Antes de pensar em data ou qualquer outro preparativo, você precisa saber quanto poderá gastar. Definir o orçamento pode parecer uma tarefa simples, mas costuma deixar muitos noivos de “cabelo em pé”.

A dica é sempre buscar por um valor que não coloque em risco a sua renda e nem atrapalhe o seu planejamento financeiro para as necessidades rotineiras.

Comece pensando no básico que você irá precisar para casar e analise com quanto cada um dos noivos pode contribuir. Pense também se existem despesas extras que podem ser cortadas e se vocês já possuem alguma economia que pode ser usada nesse sentido.

Alguns casais optam por abrir uma conta poupança exclusivamente para o casamento, assim cada um fica responsável por depositar uma quantia X do seu salário pelo período de planejamento do casamento.

  1. Defina o dia e o horário do seu casamento

Agora que você já sabe o quanto poderá gastar com seu casamento, fica mais fácil definir uma data que esteja dentro desse orçamento. Lembre-se que existem algumas épocas do ano em que os valores de aluguel dos espaços são mais caros, bem como da contratação dos fornecedores.

Por isso, pense em uma época que esteja de acordo com o que vocês sonham para o seu casamento e também dentro do orçamento que estipularam. É a partir dessa definição que você poderá começar a planejar todos os outros detalhes do seu casamento.

  1. Reserve a igreja e o local da festa

Com data e horário definidos, é hora de começar a tomar algumas medidas práticas, sendo o principal reservar a igreja e o local da festa. Hoje em dia, muitos noivos optam por fazer a cerimônia e a recepção no mesmo local – já que isso costuma significar mais economia.

Porém, se você sempre teve o sonho de se casar na igreja, não abra mão desse momento. Antes de optar pela igreja, faça uma visita e observe detalhes como a capacidade, acústica, acesso e também as condições (algumas igrejas não permitem que padres de outras regiões celebrem o casamento ou que determinados grupos musicais toquem durante a cerimônia, por exemplo).

Além da igreja, também é importante que você reserve antecipadamente o local onde será a festa, mesmo porque quanto mais cedo você o fizer, mais fácil será negociar o valor e também as formas de pagamento do aluguel.

É importante optar por um espaço que seja de fácil acesso para os convidados, que tenha segurança e condições de se realizar a festa que você sonha. Se você sempre quis fazer um casamento ao ar livre, por exemplo, um salão fechado não irá ao encontro dos seus desejos.

  1. Faça a lista de convidados

Definir o número de convidados é fundamental para que você possa reservar os demais serviços. Mas, nunca perca de vista o seu orçamento, assim sempre pense em quanto poderá gastar por convidado.

  1. Procure por fornecedores

De posse do número de convidados é hora de começar a dar “forma” ao seu casamento, indo em busca de fornecedores. A dica é sempre pesquisar bastante antes de fechar qualquer contrato e, claro, buscar pelas referências dos profissionais para não correr nenhum risco na hora do seu casamento.

Gostou dessas dicas para começar a organizar o casamento? Agora ficou mais fácil tomar as decisões certas? Venha conhecer a Lagoa Dourada e saiba o que podemos oferecer para transformar esse seu grande dia!

Decoração de casamento faça você mesmo: ideias e dicas!

decoraao-de-casamento-faca-voce-mesmo-1

A decoração de casamento faça você mesmo está em evidência e cada vez mais tem sido adotada por quem pretende fazer celebrações mais intimistas ou até mesmo maiores.

Além de darem um toque de personalidade ao casamento, essas decorações ainda são amigas do bolso, já que ajudam a economizar significativamente. Se você também quer adotar a decoração de casamento faça você mesmo, continue a leitura do texto e veja as dicas e ideias que separamos.

5 ideias de decoração de casamento faça você mesmo

1- Enfeites de garrafas de vidro

As garrafas de vidro são itens superbacanas e que ficam lindas em qualquer evento, além de serem versáteis e poderem estar presentes tanto nos casamentos ao ar livre e rústicos, como nos mais tradicionais.

Você pode usá-las de várias maneiras: como centro de mesa (com flores e revestidas de barbantes ou tecidos como a renda), como luminárias (com mini velas em seu interior) ou até mesmo dependuradas nas árvores aproveitando o espaço caso seu casamento seja ao ar livre.

As garrafas coloridas é outra tendência que também deve aparecer bastante em 2017.  Basta usar uma tinta específica para esse tipo de superfície e adicionar as cores que se relacionam ao seu casamento.

O enfeite pode servir como centro de mesa dos convidados ou até mesmo dando um toque diferenciado a mesa do bolo, por exemplo.

2 – Potinhos de vidro

decoracao-de-casamento-faca-voce-mesmo-2

Assim como as garrafas, os potinhos de vidro também são muito delicados e podem ser usados em uma infinidade de formas. Para os casamentos ao ar livre, usá-las como lanternas marroquinas é um charme.

Você poderá fazer uma pintura especial nos potinho ou apenas revesti-los com tecido ou papel de seda (em formato de coração, por exemplo), depois basta adicionar uma vela no interior e pronto. Uma graça que pode estar presente em vários pontos da decoração do seu casamento.

3- Cataventos

Um brinquedo infantil, mas que está em alta na decoração de casamento faça você mesmo e que ajuda a trazer leveza e ludicidade a sua festa.

Você poderá usá-lo em substituição às flores nos centros de mesa, como topo de bolo, como enfeite de canudos para as bebidas ou ainda como delimitador de caminhos (na entrada da cerimônia, por exemplo, ou quando a festa e a cerimônia serão realizadas no mesmo ambiente).

4- Bandeirinhas

decoracao-de-casamento-faca-voce-mesmo-3

Se você está planejando um casamento mais intimista e descontraído, as bandeirinhas ficam incríveis tanto em decorações ao ar livre, como em salões fechados, trazendo mais irreverência para a sua festa.

Para não cair no aspecto de bandeirinhas de festa junina, invista em tecidos mais sóbrios, se você quiser um enfeite mais colorido, evite as estampas. Também é possível usar outros materiais na confecção das bandeirinhas, como a renda ou a juta, dependendo do estilo decorativo que você está planejando.

5- Fotografias

Existe algo mais pessoal do que fotografias? Elas dão um charme único a sua festa e ainda ajudam a fazer com que os convidados se sintam mais próximos da história de amor de vocês.

É possível montar um mural de fotos (no estilo varal com prendedores) ou uma linha do tempo, com fotos de vocês crianças, quando se conheceram e de momentos especiais até chegarem ao grande dia.

Gostou das nossas ideias de decoração de casamento faça você mesmo? Se esse conteúdo foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais!

5 dicas importantes para escolher o local do evento

como-escolher-o-local-do-evento

Se você é organizador ou produtor de eventos, já sabe que escolher o local certo é muito importante para que a sua produção seja um sucesso, não é mesmo? Mas, apesar disso, nem sempre é fácil definir o local do evento mais adequado para os seus objetivos e ainda que agrade o seu público-alvo.

Por isso, nós trouxemos algumas dicas que podem lhe ajudar nesse momento e que vão transformar o seu evento em uma produção de sucesso, encantando o seu público e também o seu cliente!

  • Capacidade

Antes de escolher o local do evento que está organizando é muito importante que você tenha uma noção do público que irá receber. Assim, será mais fácil optar por espaços que tenham a capacidade adequada para que todos os convidados fiquem confortáveis.

Se você está organizando um evento em que fará a venda de ingressos na hora, pode ser que tenha que trabalhar com uma capacidade flutuante para mais, já que o número de participantes poderá dobrar no dia do evento.

Considerar todos esses aspectos é fundamental. Além disso, pense também nas características do seu público-alvo e busque por um local que tenha relação com as suas exigências e preferências, além de estar de acordo com o tema da festa que está organizando.

  • Acessibilidade e segurança

Onde fica o local que você está planejando locar? Ele é de difícil acesso? Possui placas de sinalização? Seu público conhece esse local?

Essas informações são extremamente importantes para o sucesso do evento que está organizando, afinal se as pessoas não conseguirem chegar até a sua festa ela ficará comprometida.

Além disso, considere também a segurança. Será que a região onde o espaço se situa é realmente segura? Corre-se o risco dos seus convidados serem assaltados ao sair da festa? Esse é um ponto de acesso fácil para ambulâncias e bombeiros, caso seja necessário? Você irá precisar contratar seguranças extras ou o local disponibiliza uma equipe própria?

Todos esses pontos precisam ser definidos antes, assim você saberá se não está fazendo uma economia sem sentido.

  • Infraestrutura

Antes de alugar um local para o seu evento, agende uma visita pessoalmente. Assim, você poderá se certificar das condições dos banheiros, da cozinha e até mesmo do espaço disponível para carga e descarga.

Procure se atentar para as facilidades de locomoção dentro do espaço (se existem muitas escadas ou outros pontos que mereçam atenção), se o local possui estacionamento próprio e o tamanho do mesmo, se o espaço destinado para o buffet é prático para acessar o salão principal, se existe espaço disponível para banda e DJ  e também como é a acústica do local.

Caso você esteja planejando um evento temático é importante saber se o espaço comporta o tipo de decoração e as atrações que você está programando.

Além disso, pense no período em que irá realizar a sua festa. No inverno, o local escolhido é muito frio? Durante o dia, ele ficará muito quente para os seus convidados?

  • Alvará de funcionamento

Esse é um item extremamente importante, já que você poderá ter seu evento cancelado caso o local escolhido não tenha alvará de funcionamento. Por isso, não cometa essa falta gravíssima.

Vale a pena conferir antecipadamente ligando para a prefeitura antes de fechar o contrato de aluguel e não se engane com “desculpas” que às vezes os proprietários podem lhe dar.

  • Itens adicionais

Além de todas essas informações, pode ser que o local ofereça outros atrativos como internet Wi-fi para os convidados, equipe própria de segurança, mesas e cadeiras, técnicos de iluminação e outros itens adicionais que podem compensar bastante na hora de enxugar o orçamento do seu evento. Por isso, fique atento a esses diferenciais.

Com essas dicas, ficou mais fácil escolher o local do evento? Agende uma visita a Lagoa Dourada e veja os diferenciais exclusivos do nosso espaço!

4 dicas para economizar na festa infantil!

economizar-na-festa-infantil

O aniversário das crianças é um momento super gostoso, mas, às vezes, ele pode pesar no orçamento da família. Ao invés de não fazer a celebração, que tal enxugar os custos?

Foi pensando em lhe ajudar que hoje separamos algumas dicas simples para economizar na festa infantil e comemorar um momento importante, sem ficar pesado nas contas de casa.

  1. Analise quem vai convidar

Todo mundo sabe que, antes de começar a organizar qualquer festa é fundamental decidir a lista de convidados. Se você quer economizar na festa infantil, então precisa diminuir o número de pessoas.

Pode ser normal achar que você precisa convidar todos os colegas da escola e até os seus amigos pessoais. Mas será que realmente existe essa necessidade?

Chame apenas os coleguinhas mais próximos do seu filho e corte da lista os adultos sem criança e que não irão aproveitar muito esse momento.

Antes de sair por aí convidando todo mundo que lhe der na telha, defina quanto você poderá gastar por pessoa, assim será mais fácil planejar com cuidado o número de convidados.

  1. Não inove muito nas comidas

O mais legal das festas infantis é justamente o fato de elas não terem cardápios muito elaborados, apenas aqueles itens que a maioria das crianças adora.

Então, evite inventar muito. Sanduíches, docinhos, bebidas refrescantes e um bolo saboroso já estão de ótimo tamanho e fazem sucesso com os pequenos.

Mesmo se você não souber cozinhar, existem muitas ideias que podem ser servidas e que não irão pesar no seu bolso, como salgadinhos de festa, cachorro quente, mini pizza e outros.

Na hora de comprar as bebidas e os ingredientes para as receitas, prefira as lojas por atacado, pois os preços costumam ser menores quando você compra grandes quantidades.

Caso a grana esteja muito curta, vale a pena pedir para que os amigos ou familiares contribuam com algum prato.

  1. Atividades à moda antiga

A gente sabe que contratar mágicos, cama pula pula e outras atrações deixam as crianças impressionadas. Mas, as brincadeiras à moda antiga também costumam deixa-los entretidos e podem ser bastante divertidas.

Dança das cadeiras, teatrinho de fantoches e até uma mágica montada por você podem fazer sucesso com os convidados do seu filho. Para as crianças mais velhas, você pode programar uma caça ao tesouro, escondendo uma caixa com dinheiro ou brinquedos em algum ponto da festa e espalhando pistas pela festa.

E não se esqueça de que crianças reunidas sempre encontram alguma forma de se divertir, sem que os adultos precisem ficar “quebrando a cabeça” com isso. Deixe disponível alguns brinquedos do seu filho em algum canto, coloque músicas que tenham relação com a idade e deixe-os aproveitarem.

  1. Lembrancinhas com utilidade

As lembrancinhas também costumam pesar no orçamento e para economizar na festa infantil você pode pensar em itens que irão ter utilidade para as crianças, e ainda que sejam mais baratas.

Uma ideia muito bacana é comprar nas lojas de atacado caixas de lápis de cor, giz de cera e canetinha e montar kits com mini revistinhas de colorir. Além de ser muito mais interessante para os convidados, ainda vai ficar mais barato no seu orçamento.

Outras ideias são álbum de figurinhas da moda, bolhas de sabão, massa de modelar, tinta para pintura, bloquinhos e peças para encaixar.

Com essas dicas, está mais fácil economizar na festa infantil? Compartilhe nossas ideias em suas redes sociais!